Muitos Amigos e Companheiros têm reclamado que gostariam de conhecer minhas opiniões sobre os assuntos do dia-a-dia, sobre as matérias dos noticiários, etc. Sempre ignorei tais instâncias porque, em primeiro lugar, pouca importância dou ao que a imprensa burguesa veicula, e, segundo, não entendo a relevância da opinião pessoal de um indivíduo que nunca se notabilizou em coisa alguma e que é o famoso “lustre desconhecido”. Mas, de uns tempos a esta parte, as solicitações estão se tornando mais constantes e algumas até raiando a impertinência, então, resolvi atender ao pedido. Todavia, posso adiantar que, para a decepção geral, minhas opiniões, via de regra, discordam da opinião dominante, são politicamente ultra incorretas e chocarão certamente a sensibilidade burguesa.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

QUE SAUDADE DO CACIQUE COBRA CORAL...

Cesar Maia "saravando"?

De alguns dias a esta parte tem chovido todas as noites no Rio de Janeiro. Ontem, dia 05 de Fevereiro de 2015, o indigníssimo Eduardo Paes, não tendo coisa mais importante que fazer, lançou a população em polvorosa anunciando uma chuva fortíssima e colocando a Cidade em estado de “atenção”! Pois bem, o ciclone previsto pelo Pior Prefeito da História do Rio de Janeiro, com base na informação do “Radar Meteorológico”, daquele cabide de emprego chamado Centro de Operações da Prefeitura do Rio, não aconteceu. Aliás, foi o dia que menos choveu na Cidade... Um vexame!

Ao tempo em que o Sr. Cesar Maia era Prefeito da Cidade Maravilhosa, os Cariocas, sempre bem humorados, criaram várias anedotas relativas ao fato de que ele conveniara a Prefeitura do Rio à Fundação Cacique Cobra Coral (que fica em São Paulo) para obter previsões do tempo... Mesmo não sendo Católico Umbandista como o nosso ex-Prefeito tenho que reconhecer que as previsões de tempo do Cobra Coral eram bem superiores às desse bando de tecno-burocratas contratados pelo beócio Eduardo Paes.


Que saudade do Cacique Cobra Coral!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Pezão enrola Funcionários


Enquanto o Povo Carioca e Fluminense, com sua verve característica, vai rindo do Pezão, apelidando-o de Tropeço (o mordomo da Família Adams) ou dizendo que ele se parece com o fantasma do Metrô do filme “Ghost”, nosso “amado”  Governador não brinca em serviço...

Fui hoje procurado por um Funcionário Público indignado, pois, tendo feito um empréstimo consignado, que é descontado na sua Folha de Pagamento, ele descobriu que sofreu o desconto de praxe, MAS, que não houve repasse para a empresa creditícia, que mandou seu nome direto para o famigerado Serasa, e creio que não será excessivo da minha parte supor que outros milhares de Funcionários Públicos do Estado do Rio estejam na mesma situação.

Ora, não precisa ser nenhum gênio para perceber o efeito em cascata na economia com o  problema creditício que afeta milhares de Servidores, que são consumidores e contribuintes, e que foi criado pelo Governo do Estado no momento mesmo em que este admite uma queda na arrecadação fiscal... , uma das razões alegadas, inclusive, para os estúpidos cortes no orçamento.


Mas, sabendo do senso de humor macabro do nosso (des)Governador, é bem possível que ele aconselhe os seus Funcionários a negociarem diretamente com as financeiras, prometendo que depois devolverá o dinheiro que ele descontou e indevidamente não repassou. Enquanto isso, juros se acumulam sobre juros... Houve quem me perguntasse ainda agora mesmo: Isso não é de propósito? Deixo a resposta aos meus leitores.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O Chulé do Pezão


O Governador Luiz Fernando de Souza, popularmente conhecido pela alcunha de Pezão, fez jus ao seu apelido e deu um baita pesão na população do Estado do Rio de Janeiro. Alegando queda na arrecadação do ICMS e nos royalties do Petróleo, ele fez cortes desastrosos no orçamento de diversas Secretarias. Só na área da Educação foram mais de 500 milhões de corte, na Secretaria de Saúde foram cortados 400 milhões,  e até na Segurança, que é sua menina dos olhos, e cujo titular é o  Beltrame, favorito de Cabral, ele fez um pequeno corte de 85 milhões. Aos terceirizados que já não vinham recebendo só resta o recurso à greve.

A queda de 2 bilhões na arrecadação dos royalties do Petróleo é uma das razões alegadas, MAS, um “crédito” de R$2.100.000.000,00 foram concedidos a uma Empresa! Aliás, a mesma Empresa foi beneficia com o diferimento de ICMS... Tudo bem detalhado no D.O. do dia 06 de Janeiro de 2015.

A arrecadação do ICMS, por conta da crise econômica, também diminuiu, o que seria outra justificativa para os cortes. No entanto, o Governo concedeu isenção de ICMS as Companhias de Ônibus e manteve a isenção de 50% do IPVA para mesmas Empresas, que fora presenteado por Sérgio Cabral, em 2014. O que não impediu o aumento das passagens para R$3,40 no Município do Rio de Janeiro e do aumento dos ônibus intermunicipais, que passarão de R$5,25 para R$5,90(!), em 1º de Fevereiro próximo. Em outras palavras, o cartel da Fetranspor tem o seu lucro aumentado, quer pelas isenções, quer pela transferência obrigatória diária de milhões de reais dos bolsos dos passageiros para as arcas do Barata e caterva.

Como se vê é um Governo de benesses para os Empresários e de arrocho para o restante da População.

Fico aqui me perguntando até quando vamos aturar este molambo moral a testa do Governo do Estado? Está mais do que na hora de mandar o Pezão de volta para o sapato, pois o mau cheiro da sua administração é nauseabundo.


Anauê!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

VOLTA PRO SAPATO PEZÃO! 2


Os meus queridos leitores já ouviram falar do “Cupom Mania”? Segundo o SINFRERJ trata-se de um sorteio criado em 2009, pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, para incentivar os consumidores a pedirem a Nota Fiscal nas compras. É uma reedição do antigo e altamente eficiente “Seus Talões Valem Milhões”, que existiu há quarenta anos. Mas, como tudo neste Governo Cabral-Pezão, por trás da finalidade aparente, um instrumento a mais de fiscalização da Secretaria Estadual de Fazenda, descobre-se um sórdido objetivo.

Para comprovar a afirmativa do parágrafo anterior basta visitar o “site” do Cupom Mania. Lá encontrará todas as instruções para Cadastrar suas Notas Fiscais e assim concorrer a Prêmios (Automóveis e Dinheiro). Ora, juntar o útil ao agradável, isto é, cooperar no combate à sonegação fiscal e ainda ganhar por conta. Que maravilha!

Mas, após preencher o Formulário, com todos os dados do Cupom Fiscal, o Contribuinte  descobre que para validar sua participação terá de enviar um SMS para a SEFAZ e receber resposta do mesmo. Só aí realmente estará participando do Sorteio. O participante só pode enviar o SMS a partir de Operadoras Cadastradas para tal, que no caso são: Claro, Oi, Nextel, Tim e Vivo. Esta exigência faz parte do Regulamento (Art. 16º).

Eu afirmo e desafio qualquer um a me provar o contrário, que não existe nenhuma razão lógica e muito menos técnica que justifique a necessidade de se confirmar a participação por via SMS. Se todos os dados pertinentes já foram devidamente preenchidos no próprio “site” do Cupom Mania, inclusive com código para evitar o uso de robôs, por que complicar o Cadastro com o uso de SMS?

É simples o real motivo do envolvimento de Empresas Operadoras de Celulares no Sorteio: Cada SMS vai custar ao Contribuinte R$0,31 (Trinta e Um Centavos), e mais, terá que enviar um SMS para cada Cupom Fiscal já Cadastrado no “site” do Sorteio! Segundo o Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado do Rio de Janeiro são 10.000 (DEZ MIL!) torpedos diários, ou seja, mais de 1.000.000,00 (Um Milhão de Reais) por ano transferidos do Bolso dos Consumidores ingênuos para o Bolso dos Empresários espertos, com a cumplicidade criminosa do Governo do Estado. Nesta brincadeira as cinco Operadoras já abocanharam, desde 2009 para cá, mais de R$5.000.000,00 (Cinco Milhões de Reais) por um serviço DESNECESSÁRIO.

Desde Abril deste ano o sr. Pezão assumiu o Governo do Estado do Rio de Janeiro. Reviu ele esta imoral ação entre amigos, que dá milhões aos parasitas das Operadoras de Telefonia Móvel, que normalmente já prestam um péssimo serviço? Chamou a responsabilidade os técnicos da Secretaria de Fazenda, inclusive, os  srs. Levy, Villela e Barbosa, ex-titulares e o atual Secretário de Fazenda? É claro que não. O Governo do Pezão é a continuação do Cabral, e nada mais.


VOLTA PRO SAPATO PEZÃO!

Anauê!

domingo, 19 de outubro de 2014

VOLTA PRO SAPATO PEZÃO!

Aos ingênuos que ainda pretendem votar no Pezão, abaixo publico Fotos - não muito bem tiradas, reconheço... , de milhares de Livros Didáticos que estão apodrecendo. Ora, tais Livros não se materializaram naquele local, foram comprados pela Secretaria Estadual de Educação - certamente, muito bem pagos! -, e jogados ali ao invés de serem distribuídos aos estudantes ou mesmo doados a Bibliotecas Públicas. Não vou dizer o local, afinal, o Risolia não é super competente? Não é um brilhante Administrador? Então, tem OBRIGAÇÃO de saber onde estão depositados milhares de Livros Didáticos que pertencem à Secretaria da qual ele é o RESPONSÁVEL. Vai aí uma dica, o Pior Prefeito da História do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, através de sua Secretaria Municipal de Educação, é cúmplice desse atentado à Educação e ao Erário Público... Votar em Pezão é manter a mesma política de descaso pela Educação. 













Mas, quando achava que já havia visto tudo, eu encontrei mais esses...









Anauê!

sábado, 16 de agosto de 2014

ACIDENTES E ATENTADOS

Com a trágica morte de Eduardo Campos rios de tinta serão gastos, inclusive, aventando a hipótese de atentado. Tenho por regra não comentar assuntos do momento, para não incentivar a estupidificação generalizada, mas, vou abrir uma exceção.

O fato é que mortes, sejam acidentais, sejam propositais, são corriqueiras na vida política nacional, e, infelizmente, o sr. Eduardo Campos não foi o primeiro, nem o mais importante, e nem será o último.

Nos primórdios da República, durante a ditadura presidencial de Floriano Peixoto, o Barão de Serro Azul, tradicional líder paranaense, foi jogado, junto com alguns dos seus correligionários de um trem em movimento (1894).

O Senador Pinheiro Machado, morto na porta do Hotel onde residia (1915). Crime passional transformado em assassinato político, exatamente como fizeram com João Pessoa, em 1930, que serviu de estopim para a Revolução de Outubro.

Ainda em 1930, Siqueira Campos, um dos 18 do Forte e partícipe da Coluna Miguel Costa (impropriamente conhecida como Coluna Prestes) também morreu num acidente aéreo, quando retornava do Exílio.

No seu quarto, no Palácio do Catete, em 1954, Getúlio Vargas foi “suicidado”... Ao tempo do Estado Novo, uma pedra gigantesca quase atingiu o carro em que Vargas dirigia-se para Petrópolis, escapou por um triz do “acidente”. 

Também, em 1954, Carlos Lacerda é vítima de um atentado na Rua Tonelero, em que acabou falecendo o Major Rubens Vaz, e no qual o polêmico jornalista conseguiu a proeza de dar um tiro no próprio pé...

Em 1955, Plínio Salgado, então concorrendo à Presidência da República, sofreu um gravíssimo “acidente” de automóvel, do qual escapou por milagre, mas, que de qualquer forma prejudicou sua campanha, pois, o “acidente” ocorreu pouco antes das eleições e a imprensa informou inicialmente que ele havia morrido, o desmentido de sua morte só chegou nas regiões mais distantes (o Brasil não dispunha, evidentemente, do sistema de comunicações em tempo real da atualidade), dias após o pleito, o que lhe custou centenas de milhares de votos. Aliás, parece que Plínio Salgado foi o Político Brasileiro recordista de atentados a sua vida, que teriam sido dezesseis, se a memória não me falha.

No ano de 1958, o então Governador de Santa Catarina, Jorge Lacerda, junto com o Senador Nereu Ramos e outros próceres da Política Nacional, é vítima de um acidente aéreo. O grande Político, eleito pelo Partido de Representação Popular – PRP -,  estava preparando um arco de alianças de âmbito nacional, que contrariava os interesses da plutocracia internacional, daí as suspeitas de que não tenha sido uma mera fatalidade.

Ainda no ano de 1958, no Piauí, o popularíssimo Deputado Federal Marcos Santos Parentes (irmão uterino de Milton Ferreira de Carvalho, conhecido líder Integralista), quando Candidato ao Senado (Coligação da UDN com o Partido de Representação Popular - PRP), morre em trágico acidente automobilístico, causando uma verdadeira comoção no Estado.

Num inexplicado acidente aéreo, em 1967, morre Castelo Branco, o primeiro Presidente da Redentora.

Na Dutra, em 1976, Juscelino Kubitschek, segundo as más línguas, acompanhado da amante, morre em “acidente” nunca suficientemente esclarecido. Também João Goulart faleceu em 1976, talvez envenenado, em seu vasto latifúndio argentino.

O Presidente Eleito Tancredo Neves falece em 1985, sem tomar posse. Internado com dores abdominais, inicialmente diagnosticadas como diverticulite, depois transformadas em câncer. Para alguns ele foi vítima de um atentado a bala, quando era entrevistado por jornalista global, que também teria sido alvejada, mas, que sobreviveu, tornando-se logo em seguida um dos maiores salários da TV em todos os tempos, por conta do seu silêncio sobre o suposto atentado. Tancredo oficialmente morreu em 21 de Abril, mas, há quem sustente que ele já teria ido fazer companhia ao seu primo Vargas uns dias antes, e que esconderam a notícia até aquela data para coincidir com Tiradentes. Como se o Povo Brasileiro soubesse quem foi Tiradentes... Quem se  apossou da Presidência foi o asqueroso José Sarney, apontado como filo-comunista no Inquérito Policial Militar sobre o Partido Comunista, presidido pelo General Ferdinando de Carvalho. De qualquer forma, isto de esconder a morte de alguém não seria novidade, pois, Costa e Silva não teria morrido em Dezembro de 1969, mas, meses antes, e que quando anunciaram sua trombose (em Agosto, se não estou enganado), ele já havia vestido o pijama de madeira, o que não foi revelado para garantir a governabilidade ou patacoada semelhante.

Em 1992, Ulysses Guimarães e Severo Gomes morrem em queda de helicóptero no litoral paulista. Nunca foram encontrados os restos mortais de Ulysses. Ora, como o desmembramento e desaparecimento do cadáver é castigo para os que rompem o juramento da maçonaria, traindo os seus segredos, isto permitiu que se criasse toda uma mitologia a respeito na época.

Neste mesmo ano de 1992, o Governador do Acre, Edmundo Pinto, foi assassinado em São Paulo, dois dias antes de depor sobre um escândalo de corrupção envolvendo FGTS.

Já em 1995, o primeiro Prefeito de Belford Roxo, Júlio da Costa dos Santos, o Joca, foi vítima de uma tocaia quando se dirigia para um encontro com o então Governador Marcelo Alencar (vulgo “Velho Barreiro”.), no Palácio Guanabara. Execução mesmo! Onze tiros! E ficou por isso mesmo, um crime cometido quase as Portas do Palácio.

E o famigerado PC Farias, Tesoureiro de Campanha de Collor, eliminado junto com a amante, numa autêntica “queima de arquivo”, em 1996, dias antes de prestar depoimento no inquérito sobre toda aquela patifaria que foi o Governo Collor de Mello, que enlameia hoje o Senado da República com sua corrupta presença. Aliás, seu Pai, o Senador Arnon de Mello matou a tiros “sem querer” um Senador pelo Acre, em 1963, em plena Sessão do Senado e ficou impune... Parece que é tradição de família... Quem será a próxima vítima desta família de bandidos?


E o até hoje não resolvido assassinato de Celso Daniel, Prefeito de Santo André, em 2002, pouco antes de expor o salafrário Lula? Quem sabe um dia o Palocci resolva falar...

Não me alongarei mais, até porque não tenho memória de elefante. O pouco que resenhei é suficiente para demonstrar que tal “acidente” inscreve-se perfeitamente na História Política Brasileira, e se o meu prezado leitor se der ao trabalho de pesquisar mesmo superficialmente pela Internet certamente descobrirá coisas do arco da velha.

Mas, terminando, e supondo que o “acidente” tenha sido premeditado, para saber quem é o responsável basta fazer a célebre pergunta: A quem interessa o crime? Ora, o Eduardo Campos não fazia nem cosquinha nas candidaturas de Dilma e Aécio, logo, não são eles os beneficiados... Deixo a conclusão aos inteligentes.

Anauê!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

O escandaloso e imoral "atraso" no pagamento do PIS!

Dilma sendo incensada pela famigerada Revista Forbes.

Ao longo dos meses em que não atualizei o Blog, muitos assuntos mereciam ter sido tratados aqui, porém, como só escrevo sobre o que me dá na telha tenho permanecido silencioso.

Mas, hoje tive a confirmação de que por causa de um “problema no Sistema” da Caixa Econômica, esta não repassou o abono salarial conhecido por PIS àquelas empresas que têm Convênio com a Caixa Econômica Federal...

Somente os Trabalhadores que têm Conta Bancária ou Poupança na Caixa Econômica ou que retiram o abono através do Cartão Cidadão também nos Caixas da CEF conseguiram receber o que lhes era devido, e com antecipação para Julho por conta da Copa do Mundo! Já teriam sido pagos 3,7 milhões de “benefícios” aos privilegiados que tiveram a sorte de não ter o abono vinculado ao Convênio PIS-Empresa. Aos que julgam a cifra apontada como alta – sempre existem imbecis – relembro que são mais de 23 MILHÕES de Trabalhadores Brasileiros os Cadastrados no PIS com direito a receber tal abono salarial, isto é, os Trabalhadores Brasileiros que recebem até dois miseráveis salários mínimos por mês, e que receberão a vultosa quantia de um Salário Mínimo. Portanto, basta o meu inteligente leitor multiplicar R$724,00 por 23 milhões e verificar a desproporção entre o que já foi e o que deveria estar sendo pago. Os não favorecidos por uma Conta na Caixa, a imensa maioria, TALVEZ comecem a receber em Setembro!

A Caixa Econômica, até o momento não deu maiores satisfações. O Presidente da Caixa já pediu demissão? É claro que não! A nossa indigníssima Presidente Dilma Roussef já demitiu o calhorda? Também é claro que não, pois se trata de um cupincha do PT!

E é assim que são tratados os Trabalhadores no regime do Partido dos Trabalhadores... Curiosamente o PIS é uma criação do Regime Militar, sempre tão combatido pelo PT, mais precisamente do tempo em que governava o Brasil o saudoso Presidente Médici, tão injustiçado e caluniado pelos comunistas do PT e de outros Partidos de esquerda.

Além do dano imediato aos Trabalhadores, que contavam com este dinheiro, haverá um efeito cascata em toda a Economia, que receberá(?) com muito atraso esta adicional massa salarial, com todas as conseqüências funestas resultantes. E, como estes bilhões de Reais chegariam aos contra-cheques dos Trabalhadores por intermédio dos Bancos Privados fica a pergunta: Será que esta celerada resolveu dar resposta ao Santander e a todo Sistema Bancário prejudicando mais de 10% da População Brasileira diretamente e, por conta do efeito depressivo na Economia Brasileira, todo o Povo Brasileiro?

Você, meu prezado Leitor, vai votar nesta bruaca velha e no restante da Quadrilha Petista? Se sua resposta for sim, então, procure um psiquiatra com urgência.

Anauê!